O que é educação corporativa?

Você sabia que a educação corporativa é responsável por agregar conhecimento aos colaboradores da sua organização e impulsionar os resultados do negócio no mercado por meio do investimento em capital humano?


Independentemente do departamento, da função ou das metas de carreira que um profissional possui, todos sabemos que conhecimento é poder. 

Portanto, realizar um investimento na educação corporativa na sua empresa é o primeiro passo para o sucesso do seu negócio, principalmente quando há lacunas de conhecimento identificáveis na equipe.

Por meio de um bom programa de educação corporativa, o capital humano é impulsionado devido à otimização das competências dos colaboradores, então não deixe de realizar essa implementação na sua empresa.

Mas afinal, o que é educação corporativa e por que ela é importante?

A educação corporativa é qualquer investimento realizado na organização em programas de capacitação de colaboradores com o intuito de desenvolver e aperfeiçoar suas habilidades técnicas e comportamentais para impulsionar os resultados do negócio no mercado de maneira eficiente.

Inclusive, esse investimento não precisa ser, necessariamente, focado apenas nas habilidades dos colaboradores, mas também pode transmitir novos conhecimentos acerca de produtos e serviços que a organização oferece ou processos internos que estão sendo atualizados, como por exemplo, treinamentos em Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

A educação corporativa é de grande valia por fazer com que os colaboradores acompanhem as mudanças tecnológicas, as exigências do mercado e as adversidades que estão acontecendo atualmente no mundo, sempre proporcionando o melhor atendimento aos clientes na sua empresa.

Além disso, para os talentos, a chance de se desenvolverem é uma boa oportunidade para expandirem seus conhecimentos acerca de sua profissão, o que torna a educação corporativa uma maneira de retê-los na organização e incentivar a cultura da aprendizagem contínua na companhia.

Os 4 modelos de programas de educação corporativa para empresas

Existem vários modelos de programas de educação corporativa no mundo empresarial, então é preciso optar por aquele que se adeque às necessidades de treinamento dos seus colaboradores e a sua organização.

Esses diversos programas de capacitação são presentes em quatro categorias distintas:

Categoria #1: aprendizagem obrigatória

A aprendizagem obrigatória é referente aos treinamentos legalmente exigidos aos colaboradores e que a empresa é responsável por proporcionar, por exemplo:

Categoria #2: gestão e liderança corporativa

Segundo uma pesquisa conduzida pelo LinkedIn, gerentes investem 30% mais tempo desenvolvendo novas habilidades sociais do que a média dos demais colaboradores, então essa categoria de educação corporativa é bastante focada em profissionais que estão se preparando para assumir cargos de gestão e liderança na empresa.

Algumas capacitações oferecidas para esses profissionais incluem:

  • Gerenciamento de projetos e equipes;
  • Habilidades de comunicação interpessoal e negociação;
  • Otimização da cultura organizacional do negócio.

Categoria #3: capacitação de departamento ou de cargo específico

Uma organização comprometida com seus colaboradores têm, como cultura, disponibilizar treinamentos relacionados a departamentos ou a cargos específicos a fim de desenvolver a equipe e talentos.

Os treinamentos que podem ser vistos nessa categoria são sobre:

  • Visão geral de processos, políticas e procedimentos necessários da empresa;
  • Recursos que entregam a oportunidade dos talentos se aprofundarem em suas atividades de cargo.

Categoria #4: prontidão executiva

Por fim, ainda existem organizações que oferecem programas de formação executiva, onde buscam por profissionais que têm o desejo de ocupar esse cargo e os capacitam para assumir as atividades da função com eficiência.

O treinamento de preparação executiva lembra os MBAs, mas se concentram nas habilidades exatas que uma pessoa precisa desenvolver para se tornar um executivo de sucesso. 

Esse programa geralmente assume a forma de EMBA e:

  • É credenciado;
  • É específico e há possibilidade de realizar especializações;
  • Fornece conteúdos eletivos para que o profissional amplie ainda mais o conjunto de suas habilidades técnicas e comportamentais.

Quais são os benefícios de implementar um programa de educação corporativa na sua empresa?

Um programa de educação corporativa bem elaborado e implementado na sua organização é capaz de agregar diversos benefícios para a sua empresa, tanto para o negócio quanto para os colaboradores. Para conhecer os cinco principais, continue o conteúdo abaixo.

Benefício #1: motivar os colaboradores e atingir melhores resultados no mercado

Uma das melhores maneiras de motivar os colaboradores e atingir melhores resultados da empresa no mercado é investir no capital humano para criar uma equipe de alto nível.

Quando há uma cultura organizacional e líderes corporativos que incentivam o crescimento dos talentos no ambiente corporativo e capacitam os colaboradores, eles se tornam mais produtivos e engajados com o negócio, além de menos propensos a se desgastar em suas atividades diárias de cargo.

Uma vez que os colaboradores se sentem valorizados e se deparam com desafios palpáveis na organização, a possibilidade de deixarem o emprego é bem menor.

Benefício #2: engajar as equipes que continuam trabalhando remotamente

Nos dias atuais, é comum que muitos colaboradores continuem suas atividades de maneira remota devido à pandemia. Logo, uma maneira de mantê-los engajados é investir em sua educação corporativa para fazer com que se sintam conectados à empresa e aos demais colegas de equipe.

As reuniões com o time e o estabelecimento de metas alcançáveis são interessantes, mas também é interessante atualizá-los e desenvolvê-los, combinado?

Benefício #3: preenche as lacunas de habilidades que faltavam aos colaboradores

Existem muitas empresas que ainda não compreenderam a importância da educação corporativa e, por esse motivo, muitos profissionais são demitidos por não preencherem as exigências do cargo.

Quando você se depara com um colaborador que está enfrentando lacunas de habilidades, o que você faz? Uma excelente decisão é demonstrar que acredita em seu potencial e investir em seu desenvolvimento, fidelizando o talento à organização e crescendo no mercado à medida que o indivíduo também cresce na companhia como profissional.

Assim se estabelece uma relação de confiança do colaborador com a organização.

Benefício #4: combate a rotatividade de colaboradores na empresa

Sabemos que a rotatividade é um problema real em muitas organizações porque gera altos custos provenientes de demissões, novos processos seletivos, contratação, onboarding de novos talentos e, principalmente, o tempo que estes recém-contratados demoram para atingir a mesma produtividade dos demais colaboradores.

Por outro lado, essa rotatividade é facilmente combatida quando há investimentos na educação corporativa dos profissionais, já que se sentem valorizados e têm a oportunidade de se desenvolverem, tanto de maneira profissional quanto pessoal.

Quer uma dica para reduzir ainda mais a rotatividade na sua organização? Além de investir na educação corporativa, também invista nos planos de carreira para funcionários.

Benefício #5: desenvolve gestores e líderes corporativos que inspiram os demais

É comum que as organizações se deparem com gestores e líderes corporativos despreparados para o cargo e, sendo assim, não conseguem inspirar os colaboradores e fazê-los atingir os melhores resultados no negócio.

Essas contratações custam tempo e dinheiro para as empresas e, para os demais membros da equipe, custam o envolvimento, a produtividade e a motivação no cargo.

Por outro lado, quando existem programas de educação corporativa focados na identificação e no desenvolvimento de pessoas para a gestão e liderança, estes se tornam profissionais preparados para assumir todas as responsabilidades do cargo, fazendo com que os colaboradores atinjam seu máximo potencial e as metas estabelecidas pelo negócio.

Lembre-se que bons gestores e líderes corporativos são capazes de inspirar e servir de exemplo aos demais, além de prestar suporte, dar apoio e orientar sempre que necessário.

Conheça as características da cultura organizacional que incentivam um ambiente de aprendizagem na empresa

A cultura organizacional é um conjunto de valores, políticas e práticas comportamentais na empresa que refletem a maneira que a companhia se apresenta ao público e aos colaboradores. 

Em outras palavras, essa cultura tem poder de influência e pode ser usada a favor da educação corporativa, criando um ambiente de aprendizagem eficiente na sua organização por meio de algumas características. Acompanhe.

Característica #1: diversidade e inclusão

A diversidade e inclusão é parte fundamental de uma cultura organizacional responsável por estimular a consciência social nos colaboradores e a adoção de práticas empresariais que incluam grupos minoritários na companhia.

Por meio de uma boa gestão de diversidade e inclusão, o ambiente de trabalho se torna fértil, propenso a novas ideias e soluções corporativas, além de incentivar um crescimento em conjunto de toda a equipe.

Característica #2: segurança psicológica

Em tempos de pandemia, a segurança psicológica se torna uma pauta bastante levantada nas organizações por garantir que os colaboradores se sintam seguros no trabalho. 

Promover essa segurança nos talentos é fundamental para fazê-los se sentir mais conectados à empresa e resolverem os problemas relacionados ao cargo com mais facilidade, visto que não se sentem constantemente preocupados com o trabalho.

Inclusive, proporcionar essa segurança é uma maneira de fazer com que a inovação e a criatividade dos colaboradores fluam com naturalidade.

Característica #3: autonomia

Quando os gestores e líderes corporativos assumem uma postura de microgerenciamento de atividades dos colaboradores, há grandes chances de novas ideias e inovações serem suprimidas.

Entregar liberdade e autonomia para os talentos permite que eles assumam as responsabilidades de seus próprios cargos e executem a função com maior comprometimento, o que leva a empresa a atingir melhores resultados.

Característica #4: experimentação

Uma vez que há autonomia, há experimentação. A liberdade faz com que os colaboradores busquem por novas soluções frente às questões e problemas que surjam na organização e, assim, a inovação surge.

É importante deixar de lado “a maneira como sempre fizemos” e abraçar as novas formas de resolução que os profissionais encontram. Essa atitude faz com que a equipe e o negócio vá mais longe.

Característica #5: recompensas

Quem não gosta de ser reconhecido por seus esforços? Os colaboradores que são reconhecidos e valorizados regularmente são mais fiéis à empresa e, inclusive, são mais motivados e produtivos com o negócio.

Aqui, não poderíamos deixar de ressaltar que a gamificação é uma excelente ferramenta para mantê-los motivados ao entregar recompensas alinhadas com o perfil comportamental de cada um. Esse também é um investimento!

Conclusão

Com diversos programas de educação corporativa existentes no mercado atualmente, há inúmeras chances de desenvolver as habilidades técnicas e comportamentais dos seus colaboradores, então abrace essa oportunidade.

Para implementar a educação corporativa na sua organização, entre em contato com a Niduu.

Banner da Niduu, plataforma de treinamento corporativo, com um smartphone exibindo uma tela de aplicativo com microlições gamificadas.

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.

Niduu Somos uma startup de Educação Corporativa com uma solução que consegue treinar todos os colaboradores de qualquer nível de forma contínua, dinâmica e efetiva com base na Microlearning, Mobile Learning e Gamificação.

Comentar
Compartilhar