Gestão da diversidade e inclusão: por que ela é tão importante no mercado atual?

A gestão da diversidade e inclusão é uma parte fundamental da cultura organizacional que estimula a consciência social nos colaboradores e a adoção de práticas inclusivas de grupos minoritários na empresa.


Recentemente, o site Acionista divulgou uma pesquisa intitulada “O Cenário Brasileiro da Diversidade e Inclusão”. O estudo ouviu cerca de 290 empresas de vários setores e os resultados do levantamento foram os seguintes:

  • 65% das empresas ainda não possuem uma estratégia bem definida para estimular o programa de D&I em suas dependências;
  • 71% destas companhias não possuem políticas que promovem a diversidade e inclusão ou estão em processo de construí-las;
  • 56% dos participantes contaram que não realizaram o censo - estatística importante que contribuiu para a análise de D&I na organização - nos últimos três anos.

Com os seguintes dados em mãos, é perceptível que grande parcela das organizações não dá a atenção devida à gestão da diversidade e inclusão em suas empresas quando, na realidade, essa gestão deveria ser priorizada.

Por meio dela as companhias vivenciam diversos benefícios, mas os principais incluem o fortalecimento da cultura organizacional, a melhoria da performance financeira, o impulsionamento do engajamento dos colaboradores e mais.

Portanto, se a sua empresa ainda não prioriza a gestão de D&I, assim como o combate à discriminação, as boas práticas em diversidade e a ampliação da reflexão sobre os vieses inconscientes que rodeiam a sociedade, acompanhe esse conteúdo.

O que é a gestão da diversidade e inclusão e por que as empresas devem priorizá-la?

A gestão da diversidade e inclusão é um programa corporativo que estimula o ingresso de grupos minoritários nas empresas e sua incorporação efetiva nas equipes.

Por meio desse programa os vieses inconscientes dos colaboradores são combatidos e a inclusão de grupos minoritários nas organizações é simplificada, como no processo seletivo e em sua integração. 

Dessa maneira, estes grupos minoritários ingressam nas organizações com boas oportunidades e representando membros importantes para as equipes, capazes de agregar grandes vantagens competitivas para os times e para os negócios.

Acompanhe o conteúdo a seguir para conhecer os três grandes motivos que a gestão da diversidade e inclusão deve ser priorizada nas companhias.

Motivo #1: contribui para uma mudança social necessária

Ao investir na diversidade e inclusão, as empresas desempenham um papel fundamental na promoção da transformação social e econômica que a sociedade precisa vivenciar contra o preconceito.

Ao impulsionar a empregabilidade para pessoas diversificadas, a oportunidade de desenvolvimento profissional é estimulada, assim como o aumento de renda, o acesso aos direitos trabalhistas e a chance de ascender socialmente.

Motivo #2: representa grandes benefícios para as empresas

No cenário atual, é preciso inovar para perdurar, e as novas gerações que estão ingressando agora no mercado enxergam a gestão da diversidade e inclusão como um fator importante para a cultura organizacional das empresas.

Na pesquisa “Getting to Equal 2020” da Accenture, os seguintes dados foram levantados a respeito de equipes diversificadas e seus benefícios:

  • A mentalidade dos profissionais que integram ambientes corporativos igualitários em questão de desenvolvimento pessoal é seis vezes maior;
  • As empresas que possuem a gestão de D&I bem implementada no estabelecimento são capazes de atrair e reter mais talentos;
  • 63% das pessoas que ocupam o cargo de liderança corporativa acreditam que uma cultura diversificada e inclusiva leva a empresa ao sucesso.

Então, como conclusão, companhias que investem na diversidade e inclusão reúnem uma equipe fiel competente com grande potencial de inovação, desempenho e performance no mercado.

Motivo #3: promove o alinhamento aos princípios ESG

O ESG é parte importante de uma empresa preocupada com a D&I de talentos porque utiliza critérios de análise sobre o meio ambiente, a sustentabilidade e a governança interna da companhia, colocando em pauta ações para melhorar os processos internos do negócio.

Quando o ESG é colocado em prática, também é capaz de alinhar toda a empresa e os colaboradores aos princípios relevantes para a sociedade, representando uma grande vantagem competitiva a longo prazo para a organização.

As 6 características de uma gestão da diversidade e inclusão bem implementada na empresa

Apesar da gestão da diversidade e inclusão ser um fator importante para as empresas, ela não é implementada da noite para o dia. 

Essa gestão faz parte da cultura organizacional da organização, o que é reflexo dos líderes e gestores de equipe, devendo se dedicar e se esforçar para construí-la e implementá-la de maneira eficiente no negócio.

Abaixo há seis características essenciais para que a D&I integre a cultura das organizações e traga consciência social para colaboradores e o mercado de trabalho.

Característica #1: realização do diagnóstico do cenário de diversidade e inclusão na empresa

Para dar início à implementação da gestão, é necessário realizar o diagnóstico do cenário atual da empresa. Assim é possível analisar como está a diversidade e inclusão no negócio e elaborar um plano estratégico de ações para sua adoção.

Além disso, é válido que o programa seja elaborado de maneira bem estruturada com políticas práticas para os colaboradores.

Característica #2: promoção de ações que abrangem grupos minoritários

Uma das características essenciais da gestão de diversidade e inclusão é a necessidade de considerar as especificidades e necessidades de todos os grupos minoritários, os quais englobam:

  • Pessoas com deficiência;
  • Raças e etnias diversificadas;
  • Pessoas da comunidade LGBTQI+;
  • Maiores de 60 anos;
  • Refugiados, e mais.

Portanto, para atender todos os grupos, é preciso conhecer cada um deles, os fazendo se sentir abraçados e valorizados em suas individualidades.

Característica #3: demonstração de constância na gestão da diversidade e inclusão

Os gestores e líderes de equipe devem estar atentos à gestão de D&I constantemente para acompanhar sua implementação e às possíveis melhorias que agregam às políticas da gestão, a impulsionando entre os colaboradores.

Sendo assim, não basta pensar em práticas e ações que estimulam a diversidade e a inclusão de maneira pontual e isolada, é importante, por exemplo, considerar datas significativas para os grupos minoritários, como o Dia da Mulher, o Mês do Orgulho LGBTQI+ e o Dia da Consciência Negra.

Característica #4: investimento na educação corporativa para informar e sensibilidades os colaboradores

Uma das principais características de uma boa gestão é o foco na educação corporativa para informar e sensibilizar os colaboradores, desenvolvendo a consciência social e promovendo a diversidade e inclusão além das dependências da empresa.

Os temas abordados nas capacitações incluem os vieses inconscientes, a comunicação não-violenta, a linguagem inclusiva e muito mais, além de estender o conhecimento acerca de cada grupo minoritário.

Os melhores treinamentos são personalizados e gamificados, portanto, a indicação é buscar por uma solução em educação corporativa que entregue essas soluções, além do microlearning para garantir a retenção do conhecimento e driblar a curva do esquecimento dos colaboradores.

Característica #5: foco no desenvolvimento de uma liderança corporativa diversificada

A gestão de D&I também tem foco no desenvolvimento profissional dos talentos de grupos minoritários para impulsionar o seu crescimento dentro das organizações. Portanto, boas gestões implementam soluções que estimulem novas oportunidades, por exemplo:

Característica #6: acompanhamento de resultados da gestão da diversidade e inclusão na empresa

Existem duas maneiras de realizar o acompanhamento da gestão, a primeira é por meio dos indicadores de desempenho da empresa e a segunda é utilizando a solução em treinamento corporativo gamificado, a Niduu.

Essa mensuração é necessária para determinar o sucesso da implementação e as possíveis melhorias que podem haver em relação à educação corporativa e práticas da organização.

Inclusive, lembre-se que é essencial realizar o censo de diversidade da empresa de maneira anual.

Conclusão

A gestão da diversidade e inclusão é um grande agregador às organizações, como você teve oportunidade de conferir neste conteúdo. Por meio dela diversos benefícios são conquistados e a consciência social é estimulada.

Uma empresa que implementa com eficiência essa gestão, além de entregar boas oportunidades de desenvolvimento e crescimento para o grupo minoritário, abre a mente de todos os colaboradores que integram a companhia.

Então, caso você queira implementar essa gestão na sua empresa, entre em contato conosco e conheça todos os facilitadores que entregamos para a sua companhia alcançar o sucesso na gestão de diversidade de inclusão também.

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.

Niduu Somos uma startup de Educação Corporativa com uma solução que consegue treinar todos os colaboradores de qualquer nível de forma contínua, dinâmica e efetiva com base na Microlearning, Mobile Learning e Gamificação.

Comentar
Compartilhar