LMS. Será que ainda vale a pena para o RH? Você vai se surpreender!

LMS, ou Learning Management System, é uma das ferramentas mais conhecidas para gestão de aprendizagem no mundo, disponibilizando diversos recursos para seus usuários agregarem conhecimento de maneira rápida e prática.

No entanto, será que o LMS é realmente tudo que diz? Será que, atualmente, não é uma plataforma de ensino ultrapassada e que gera poucos resultados para seus colaboradores?

o que é lms

O que é LMS?

Em suma, quando o LMS entrou para o mercado, era uma ferramenta de aprendizado a distância com uma metodologia pedagógica e de alta desenvoltura, sendo a facilitadora para diversas empresas prepararem seus colaboradores em treinamentos.

Inclusive, também poderia ser aplicada em institutos de ensino, prometendo ofertar conhecimentos de forma dinâmica e inovadora.

O LMS ainda promete oferecer várias funcionalidades, entre elas:

  • Melhor planejamento da empresa ou instituto;
  • Aprimoramento e otimização de gestão;
  • Acompanhamento das atividades desenvolvidas pelos usuários na plataforma, realizando a mensuração de resultados;
  • Adição de material para treinamentos;
  • Engajar os colaboradores e muito mais.
  • Redução de custos para o negócio;
  • Horários flexíveis para os colaboradores.

No entanto, não se engane ao pensar que essa ferramenta fará bem para a sua empresa. É verdade que o LMS foi um meio de aprendizado ótimo no início dos anos 90, mas atualmente o mercado pede por mais.

Sendo assim, apesar do histórico positivo, o Learning Management System se encontra ultrapassado na nova era de aprendizagem digital.

Por que o LMS está ultrapassado?

Depois de anos do lançamento da plataforma LMS, ocorreram inúmeras atualizações da ferramenta para acompanhar as necessidades do mercado, mas sem sucesso, resultando em:

  • Muitas informações na plataforma, dispersando o indivíduo do conhecimento necessário;
  • O local de aprendizagem é muito poluído de forma visual, gerando diversas distrações para seus usuários;
  • Conteúdos ofertados de forma densa e cansativa que, infelizmente, não engaja o colaborador e não gera resultados para a empresa;

  • Dificuldade em gerar um relatório de desempenho relevante para os contratantes, não havendo insights efetivos para T&D.

Além disso, surgiram novas ferramentas para suprir as necessidades das empresas e colaboradores. Essas novas adições ao mercado se mostraram valiosas, engajando e gerando resultados de sucesso ainda maiores para as empresas, se comparado ao LMS.

Desvantagens LMS

Como dito acima, é perceptível as falhas que o LMS carrega hoje, podendo afetar diretamente o seu negócio. 

Essas desvantagens apresentadas por essa ferramenta compromete totalmente o funcionamento interno da empresa, além de estar investindo em aprendizagem sem retorno e arriscando o futuro do negócio.

Inclusive, a mensuração de resultados dos colaboradores é quase que impossível. Isso ocorre devido ao fato de que há muitas informações visuais e conteúdos complexos na plataforma, comprometendo os treinamentos. 

Logo, o LMS não consegue definir quais são os pontos fortes e os pontos fracos dos usuários, tão pouco identificar onde há dificuldades e então, melhorá-las.

Sendo assim, as desvantagens que o LMS carrega são:

  • Baixo engajamento dos colaboradores com o aprendizado oferecido na plataforma;
  • Os resultados destes colaboradores são muito menores se comparados a meios atuais de ensinos a distância e treinamentos;
  • A empresa estará investindo em uma ferramenta que não oferece o retorno esperado para o negócio no mercado atual;
  • Apresenta dificuldade de navegação, deixando de ser algo dinâmico e se tornando uma ferramenta de difícil acesso e pouco intuitiva.

Além disso, grande parcela das plataformas de LMS não realizaram a adaptação do conteúdo da web para o mobile, acabando por disponibilizar quantias excessivas de PDFs para estudos e vídeo aulas obsoletas. 

Desvantagens LMS

Por fim, a estrutura exigida para essa ferramenta não é compatível com a tecnologia ofertada no Brasil, ou seja, a internet, o armazenamento e a capacidade de processamento dos celulares no nosso país não são suficientes para suportar o LMS.

LMS Ferramentas

Ainda existem ferramentas conhecidas no mercado, mas que vem perdendo força e entre os departamentos de Recursos Humanos, são elas:

  • Moodle;
  • Amadeus LMS;
  • Chamilo;
  • eLMS.

 A queda da popularidade dessas ferramentas de LMS aconteceram por conta de todas as desvantagens que você pode ler até aqui.

Portanto, as empresas estão buscando por outras formas de treinamentos que gerem um retorno de sucesso, já que o LMS não está mais formando colaboradores talentosos e suprindo os objetivos dos negócios. 

Sendo assim, o Learning Management System não é mais um investimento para empresas.

Se não o LMS, então o quê?

Com a nova era da aprendizagem, surgiu com ele o Microlearning, responsável por entregar o conhecimento em etapas, e o Mobile Learning, que oferta os treinamentos em qualquer hora e lugar de forma simples e intuitiva, completamente voltado para a tecnologia móvel.

7 Maiores Vantagens do Microlearning sob os LMS

1. Engajamento Surpreendente

O Microlearning é a forma de treinamento que veio para gerar engajamento entre os colaboradores graças ao método de microlições, onde os usuários gastam poucos minutos do dia para completar lições rápidas e que, no final, resultam em um conhecimento sólido.

2. Aprendizado Contextual

O aprendizado contextual é essencial, portanto, esse método aborda situações que acontecem diariamente na vida do colaborador e dentro de sua realidade de trabalho.

3. Otimização de Tempo

Retirar os indivíduos de seus postos de trabalho pode ser complicado para o negócio, mas o Microlearning veio para mudar isso! O tempo gasto, em média, para completar as microlições é de, no máximo, 5 minutos. Podendo voltar rapidamente para as tarefas da empresa sem que se comprometa a produtividade.

4. Praticidade do Mobile

Com a autorização de superiores para que o treinamento seja realizado no próprio celular, o RH perceberá que as microlições serão realizadas com mais frequência, já que todos os colaboradores estarão com o conhecimento na palma das mãos.

5. Fixação do Aprendizado

A forma em que o Microlearning se divide em etapas possibilita a fixação do aprendizado a longo prazo em todos os que participam do treinamento, evitando que a curva do esquecimento comprometa o conhecimento;

6. Inteligência de Dados

Data-driven e Inteligência Artificial marcam presença no Microlearning devido a coleta de dados de cada colaborador, mostrando o desempenho, sua frequência na plataforma e progressos, gerando relatórios de performance que definem insights necessários para os gestores das áreas que foram implementadas os treinamentos.

7. Autonomia

Uma das maiores vantagens do Microlearning é a autonomia do colaborador. 

Sendo assim, ele pode adaptar os horários de treinamentos às suas necessidades e respeitar seu próprio ritmo de aprendizagem

Inclusive, possibilitando a análise individual de cada colaborador por seus gestores e o RH, dando a chance deles conhecerem cada indivíduo de forma mais profunda, como suas habilidades e comportamentos. 

Você já imaginou o engajamento surpreendente do Microlearning com a praticidade de realizar treinamentos via mobile e os desafios irresistíveis da gamificação?

O futuro chegou e você está tendo a chance de conhecê-lo! Saiba como revolucionar o Treinamento & Desenvolvimento na sua empresa com uma aprendizagem de sucesso!

Vantagens do Mobile Learning sob os LMS

7 Maiores Vantagens do Mobile Learning sob os LMS

1.Facilidade de Acesso

O Mobile Learning chegou para suprir o mercado que só conseguiria realizar treinamentos por meio de celulares, tablets ou notebooks, já que para o e-learning, era preciso ter um computador com acesso à internet.

Essa foi uma medida eficiente implementada nos treinamentos, visto que cada vez mais as pessoas estavam deixando computadores de lado para começarem a usar a internet pelo mobile.

2. Acesso a todos os Colaboradores

Não importa se o colaborador trabalhar no local onde a empresa está ou se trabalha de maneira remota, todos terão o mesmo treinamento, já que independe da distância. 

Dessa forma, toda a equipe possuirá um aprendizado de qualidade e que estará alinhado em time com a empresa.

3. Política BYOD

Bring Your Own Advice se trata de uma política que pode ser adotada pela empresa em que os colaboradores terão autorização para levar seus dispositivos para o trabalho. 

Essa é uma forma interessante que as empresas têm seguido para economizar com hardwares para treinamentos e, quem sabe, o próprio equipamento que a pessoa precisaria para desenvolver seu trabalho na empresa.

Inclusive, essa política proporciona os colaboradores a conhecerem melhor seus equipamentos e funcionalidades, trabalhando e aprendendo com maior conforto.

No entanto é preciso se atentar! Os treinamentos deverão ser compatíveis com quaisquer dispositivos levados para a empresa.

4. Aprendizagem Social e Colaborativa

Uma pesquisa comandada pelo LinkedIn apontou os seguintes dados:

  • 71% dos colaboradores da Geração Z buscam por ambiente de aprendizagem social e colaborativa;
  • 69% dos colaboradores Millennials buscam por ambiente de aprendizagem social e colaborativa;
  • 56% dos colaboradores da Geração X buscam por ambiente de aprendizagem social e colaborativa.

Até a geração Boomers, nascidos entre 1945 e 1960, apresentam 54% de buscas por ambientes assim, sendo mais da metade de uma geração que ultrapassa os 60 anos.

Logo, é fácil de perceber que um ambiente de aprendizagem que envolva mais pessoas, maior colaborativismo, são mais promissores e o Mobile Learning pode facilmente oferecer isso para a equipe.

5. Jornada de Aprendizagem Flexível

Na mesma pesquisa do LinkedIn citada acima, também pode-se ver os dados abaixo:

  • 74% dos colaboradores preferem realizar os treinamentos nos intervalos do trabalho;
  • 52% dos colaboradores preferem aprender quando julgarem necessário.

Ambos mantendo a jornada flexível e adaptável.

6. Engajamento Comprovado

Agora, uma pesquisa realizada pela Roundtable Learning, a Top Learning Trends of 2019, apresenta um dado interessante para ser levado em consideração quando se fala da metodologia Mobile Learning.

Você sabia que os colaboradores costumam checar seus celulares 150 vezes por dia? 

Logo, esse treinamento é perfeito para envolver e engajar o colaborador em seu tempo livre, aumentando a gama de conhecimento de forma prática e acessível!

7. Inúmera Gama de Recursos

Para o Departamento de Recursos Humanos, é válido ressaltar que o Mobile Learning disponibiliza de aplicativos, vídeo aulas e gamificação e jogabilidade. Conheça mais a seguir:

  • Aplicativos - Uma das melhores formas de ensinar os seus colaboradores começa aqui! É muito simples baixar a aula e ter acesso às informações do treinamento, sendo voltado para todos os setores. Inclusive, pode disponibilizar atributos como conteúdo offline, interação com outros colaboradores e até mesmo compartilhamento nas redes sociais.
  • Vídeo Aulas - Aulas curtas e didáticas, sendo compatíveis com todos os dispositivos e podendo ser tanto online quanto offline, assistidas em qualquer lugar, em qualquer hora.
  • Gamificação e Jogabilidade - Já imaginou jogos que promovem aprendizagem? Essa é uma excelente implementação nos treinamentos para auxiliar na absorção e fixação de informações importantes para os colaboradores, além de ser um enorme incentivo para o usuário.

Aliás, se você quiser saber mais sobre como a gamificação otimizará o Treinamento & Desenvolvimento da sua empresa, basta entrar no nosso artigo sobre Gamificação e T&D agora!

LMS Training: Vale a Pena?

Não.

O LMS Training se tornou obsoleto no mercado e atualmente as empresas vêm substituindo seus sistemas para o Microlearning ou o Mobile Learning, otimizando tempo, facilitando os acessos e, acima de tudo, gerando um real engajamento com cada colaborador.

O Learning Management System não foi capaz de acompanhar a demanda do mercado, não entrega conteúdos de qualidade em uma plataforma dinâmica ou soluções inovadoras. 

Sendo assim, o LMS não vale a pena

Nos dias atuais existem inúmeras soluções de alta qualidade para treinamentos e empresas que garantem o sucesso de seus colaboradores. Esse é o caso da Niduu, que além de entregar um treinamento de alto nível, oferece as melhores funcionalidades para o departamento de Recursos Humanos.

Se o LMS não vale mais a pena, por que você continuaria insistindo em uma ferramenta que não está sendo um investimento, mas sim uma perda de tempo e dinheiro?

Em primeiro lugar, se atente às necessidades da equipe do seu negócio e busque sempre por um sistema de aprendizagem de alto nível e que, principalmente, consiga envolver o seu colaborador.

É importante que cada indivíduo da sua equipe que estará passando pelo treinamento realmente tenha vontade de aprender, resultando em um engajamento de qualidade e trazendo inúmeros benefícios para seu negócio. 

vantagens niduu lms

Em segundo lugar, é você quem deve encontrar o treinamento facilitador! Aquele sistema de aprendizagem dinâmico, de fácil acesso e totalmente flexível para se encaixar na rotina de cada pessoa.

Inclusive, a Niduu vem ganhando força no mercado de T&D, então não jogue mais o seu ROI fora com LMS! A prioridade da Niduu é sempre fazer dos seus colaboradores um investimento!

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.

Niduu Somos uma startup de Educação Corporativa com uma solução que consegue treinar todos os colaboradores de qualquer nível de forma contínua, dinâmica e efetiva com base na Microlearning, Mobile Learning e Gamificação.

Comentar
Compartilhar