Blended Learning: como Aumentar o Desempenho de Novos Talentos

Você sabe como o blended learning pode revolucionar seu programa de trainees?


É muito simples: você não precisa mais escolher entre o treinamento presencial e virtual. A solução é unir o melhor das duas modalidades.


Treinar e desenvolver novos talentos é um desafio para as empresas, que precisam investir em infraestrutura, logística, instrutores e demais gastos da área.


Muitas vezes, o RH é sobrecarregado pelos altos custos, esforços logísticos e dificuldade em acompanhar os resultados dos treinamentos, além da pressão para comprovar a eficácia do curso.


Assim, o blended learning surge como uma opção mais econômica, eficiente e flexível para capacitar trainees, combinando o ensino tradicional às inovações em e-learning.


Siga a leitura e descubra o poder do blended learning para formar talentos excepcionais.


O que é blended learning?


Blended learning ou b-learning é uma forma de ensino-aprendizagem inovadora que combina atividades presenciais e à distância.

Também conhecida como ensino híbrido, a metodologia utiliza as TICs (tecnologias de informação e comunicação) para viabilizar o aprendizado online.


Segundo o Christensen Institute, referência mundial em inovação educacional, essa é a definição mais assertiva para o blended learning: “Um programa de educação formal que mescla momentos em que o aluno estuda conteúdos usando recursos online e outros em que o ensino ocorre em sala de aula, com interação entre alunos e professor.” (Staker e Horn, 2012)


Logo, o blended learning se apresenta como uma solução mais flexível, dinâmica e eficiente ao manter o formato tradicional de ensino e agregar as novas tecnologias para enriquecer a experiência do aluno.


No Brasil, o e-learning cresceu 133%, em 2017, de acordo com dados do Ministério da Educação publicados no Educa Mais Brasil. Embora a educação EAD esteja em plena ascensão, ainda há resistência à aprendizagem 100% online, por isso muitas instituições optam pelo modelo misto.


As empresas, da mesma forma, vêm apostando no blended learning para melhorar o desempenho de seus treinamentos e adaptar o ritmo de aprendizagem aos novos talentos.


Em 2005, a IBM já chamava atenção para a importância do blended learning na educação corporativa, especialmente para atender às necessidades das novas gerações.


De fato, os profissionais atuais exigem mais flexibilidade, rapidez e relevância na hora de aprender, e o blended learning é a resposta para unir a tecnologia ao contato humano.


O blended learning nas empresas


O blended learning começou a ser adotado pelas empresas para otimizar treinamentos e garantir vantagem competitiva.


Afinal, faz tempo que as organizações perceberam que vale muito mais a pena treinar seus colaboradores do que contratar novos profissionais, ainda mais com a escassez de talentos em diversos segmentos.


De acordo com um estudo da University of California in Berkeley, contratar um novo colaborador custa em média US$ 4 mil, além de seu salário, chegando a R$ 7 mil para posições de liderança.


Esses custos se devem principalmente ao alto turnover ou rotatividade de funcionários, que podem ser evitados com um programa de T&D consistente e eficaz.


Basicamente, tudo o que uma empresa quer é desenvolver as competências de seus colaboradores, ao máximo, com o menor custo possível.


Com o blended learning, você consegue treinar equipes com muito mais eficiência e extrair o melhor de cada profissional graças à combinação do e-learning com treinamentos presenciais.


Para isso, as empresas têm somado tecnologias como aplicativos, plataformas e os chamados LMS (Learning Management Systems) às tradicionais aulas e workshops in loco.


As vantagens do blended learning para trainees


Se você quer impulsionar o programa de trainee da empresa, o blended learning é a solução perfeita para potencializar o desempenho dos jovens profissionais.



Considerando que os programas de trainee e estágio têm a função de identificar e preparar novos talentos, o método permite agilizar o processo e formar profissionais de alto nível.


Veja algumas das principais vantagens em utilizar o blended learning para trainees:


Aprendizagem personalizada


Um dos grandes diferenciais do blended learning é a possibilidade de ajustar o ritmo de aprendizagem às necessidades de cada profissional.


Isso porque as ferramentas virtuais permitem que o usuário evolua no seu próprio tempo, com diferentes mecânicas e abordagens dos conteúdos.


Para os trainees, é uma excelente oportunidade de desenvolver suas competências de forma individualizada.


Redução de custos


O blended learning também reduz os custos com treinamentos, eliminando uma série de despesas com espaço físico, materiais impressos e horas de instrutores gabaritados.


Além disso, você também reduz o tempo de afastamento dos trainees de suas atividades, pois a tecnologia facilita o acesso aos conteúdos a qualquer hora do expediente.


Flexibilidade no ensino


Alguns conteúdos são mais bem absorvidos pessoalmente, enquanto outros são aprendidos com mais facilidade em plataformas virtuais.


Com o blended learning, você tem a flexibilidade de escolher quando usar cada um dos métodos, adaptando o treinamento à rotina dos trainees.


Retenção de talentos


As chances de reter os novos talentos se multiplicam com o blended learning, pois o método aumenta os níveis de satisfação dos profissionais.


Isso se justifica pela mistura de aulas presenciais com atividades online ser motivadora para as novas gerações, que buscam aliar a tecnologia às experiências humanas.


Os trainees enxergam mais oportunidades de avançar na carreira dentro da empresa e valorizam a cultura organizacional inovadora.


Melhora das soft skills


As soft skills ou competências comportamentais são fundamentais na formação de trainees, para além das hard skills, que representam o conhecimento técnico.


Geralmente, há certo receio em utilizar o e-learning pela redução do contato humano e comunicação interpessoal, mas o blended learning soluciona essa questão.


Na realidade, o método melhora as habilidades de comunicação ao criar redes de trainees que compartilham ideias sobre o treinamento em tempo real.


Assim, a troca de conhecimento ocorre tanto no meio virtual quanto pessoalmente, entre mentores e trainees, ampliando as conexões humanas na empresa.


Como implementar o blended learning com sucesso


Agora que você já conhece as vantagens de utilizar o blended learning no programa de trainee, está na hora de cuidar da implementação do método.


O critério mais importante para um blended learning de sucesso é escolher muito bem a ferramenta utilizada para a aprendizagem virtual.


A tecnologia empregada deve facilitar o aprendizado por meio de recursos dinâmicos e interativos, oferecer relatórios precisos aos gestores e motivar os trainees a cumprir suas tarefas.


Assim, os responsáveis pelo curso podem identificar exatamente quais conteúdos precisam ser trabalhados presencialmente, além de acompanhar de perto a evolução de cada trainee.


Quanto mais dados e recursos a ferramenta oferecer, mais longe os profissionais vão chegar em seu aprendizado e formação para contribuir com a empresa.


Se você está em busca da solução ideal para o blended learning, que tal um aplicativo engajante, com treinamentos sob medida e resultados reais? Comprove você mesmo(a).

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.


Comentar
Compartilhar