RH, foque na Experiência do Colaborador!

Sua experiência do colaborador é razoável, satisfatória ou excepcional?


Se você quer uma força de trabalho realmente engajada e com desempenho máximo, é melhor que essa experiência seja inesquecível. Afinal, as percepções dos colaboradores dizem muito sobre a sua empresa – e sobre a capacidade de atrair e reter grandes talentos.


Cada vez mais, a experiência do colaborador determina a produtividade do negócio, assim como a experiência do cliente decide sobre os lucros.


No artigo de hoje, você vai descobrir o que é exatamente essa experiência, quais suas vantagens e como criá-la do zero para inspirar seus colaboradores. Reserve alguns minutos para a leitura e transforme sua gestão de pessoas.


O que é experiência do colaborador


A experiência do colaborador ou EX é o conjunto de percepções do profissional sobre suas vivências e interações com a organização. Ou seja, cada contato do colaborador com a empresa é somado à sua experiência final, que abrange desde o recrutamento até um eventual desligamento.


Talvez você esteja mais familiarizado(a) com o conceito de experiência do consumidor (CX), que atualmente é a base da competitividade entre as empresas.Ao investir na experiência do cliente, as empresas ganham mais fidelização, participação de mercado e aumento de receitas.


Da mesma forma, a experiência do colaborador pode alavancar os níveis de produtividade, retenção e engajamento, se conduzida da forma correta. De acordo com o relatório Global Human Capital Trends 2017 da Deloitte, 80% dos executivos acreditam que a experiência do colaborador é essencial, mas apenas 22% classificam suas estratégias como bem-sucedidas nesse aspecto.


Considerando que o engajamento é um dos maiores desafios do RH, os dados mostram que poucas organizações estão prontas para oferecer a experiência que os colaboradores esperam.


Porque a experiência do colaborador é essencial


A importância da experiência do colaborador está na sua capacidade de determinar os níveis de engajamento, motivação e produtividade das equipes.


Segundo um levantamento da Gallup, as empresas com colaboradores engajados lucram 21% mais do que aquelas que falham em motivar seu capital humano.


Outra pesquisa recente da Alight Solutions revelou que uma boa experiência do colaborador é a chave para atrair talentos excepcionais e construir vantagem competitiva no mercado.


Para medir a efetividade da experiência do colaborador, foi criado um indicador chamado Employee Experience Index, fruto da parceria entre a IBM e o Workhuman Research Institute.


O índice utiliza cinco critérios para definir a qualidade da experiência:

  • Pertencimento: senso de pertencimento ao grupo e participação na organização
  • Propósito: compreensão da importância do próprio trabalho
  • Conquistas: sensação de missão cumprida nas tarefas realizadas
  • Felicidade: sentimentos prazerosos que emergem no cotidiano do trabalho
  • Vigor: a presença de energia, entusiasmo e motivação no dia a dia.


A partir desses aspectos, é possível mensurar se a empresa está criando uma experiência satisfatória para seus colaboradores, que reflete diretamente nos resultados do negócio. Afinal, vivemos na era do capital humano, onde os recursos mais valiosos da empresa são as pessoas – especialmente pessoas engajadas nos objetivos da organização.


Vantagens de uma experiência positiva para os colaboradores


São inúmeras as vantagens em criar uma experiência do colaborador positiva, capaz de atender às necessidades dos profissionais e inspirá-los a dar o seu melhor.


Vamos conferir alguns dos principais benefícios:


Melhora no desempenho


Segundo a última pesquisa do Employee Experience Index, a experiência do colaborador positiva é capaz de dobrar os esforços das equipes e aumentar significativamente seu desempenho. Naturalmente, colaboradores mais satisfeitos com a organização tendem a produzir mais e melhor, ampliar suas responsabilidades e extrair o máximo de seu potencial.


Aumento da retenção


Outro ponto crucial da experiência do colaborador é o aumento da taxa de retenção, que reduz o temido turnover e fideliza os talentos mais valiosos para a empresa.


Quando os profissionais se sentem valorizados, é muito menos provável que deixem a empresa por ofertas de salários mais altos, uma vez que há vários critérios que se sobrepõem ao financeiro (propósito, satisfação, oportunidades).


Promoção do employer branding


O employer branding ou marca empregadora traduz a reputação da empresa do ponto de vista de seus colaboradores, o que pode ter sérios impactos sobre a imagem da marca no mercado. Com uma experiência do colaborador satisfatória, os funcionários se tornam verdadeiros embaixadores da organização, promovendo-a como um excelente lugar para se trabalhar – e, consequentemente, para se tornar cliente.


Construção de uma cultura organizacional sólida


Toda empresa busca construir uma cultura organizacional forte, com crenças e valores enraizados nas práticas dos colaboradores. Por meio da experiência do colaborador, é possível harmonizar os propósitos da organização com as motivações dos profissionais, criando uma cultura sólida, inspiradora e perene.


Como criar a experiência do colaborador ideal


Depois de entender a importância da experiência do colaborador, você já pode seguir nossos passos para criar sua própria estratégia. Acompanhe o guia prático:





1) Compreenda as pessoas e suas necessidades


Por se tratar de uma vivência holística, a experiência do colaborador deve ser construída com base nas necessidades reais dos profissionais. Por isso, você precisa conduzir pesquisas e realizar entrevistas para conhecer profundamente os colaboradores, suas percepções e anseios. Uma boa dica é partir da jornada do colaborador para entender quais momentos são críticos e o que precisa ser melhorado.


2) Prepare a liderança


Os líderes são figuras-chave no cotidiano de todos os membros da organização, por isso devem estar preparados para criar uma experiência do colaborador diferenciada.


Para isso, devem receber treinamento e orientação específica para construir experiências compatíveis com os valores centrais da empresa. Além disso, esses líderes devem ser inspiradores e dispostos a liderar pelo exemplo, permitindo certo nível de autonomia aos colaboradores.


3) Mude a avaliação de desempenho


Um dos pontos críticos para os colaboradores é a avaliação de desempenho e feedback em geral. Para oferecer a experiência ideal, você deve tratar a performance como uma conversa contínua, alimentada pelo reconhecimento, feedback e oportunidades de desenvolvimento.


Não basta fazer uma única avaliação anual, mas manter o diálogo e mostrar que a organização está disposta a investir no potencial de cada colaborador.


4) Foque no significado do trabalho


Nada é mais engajador para o colaborador moderno do que conhecer o propósito do seu trabalho e sua contribuição para o sucesso da empresa.


Por isso, é papel do RH reforçar a importância de cada profissional para o futuro da organização, reconhecendo seus avanços e a relevância de seus esforços.


5) Ofereça oportunidades de crescimento


Um dos principais critérios para escolher um emprego atualmente são as oportunidades para crescer dentro da empresa – não apenas no cargo, mas nas competências profissionais.


Assim, sua experiência do colaborador será memorável se incluir várias opções de treinamento e desenvolvimento, mobilidade de talentos e aprendizagem contínua.


Os resultados podem ser ainda melhores com opções de treinamento que se adequem a diferentes perfis de colaboradores e permitam o aprendizado a qualquer hora e lugar.


Por exemplo, um aplicativo que ofereça desafios práticos e feedback em tempo real, com acesso mobile e relatórios precisos sobre o desempenho dos usuários.


Essa tecnologia já está disponível e pode revolucionar sua experiência do colaborador com a gamificação e microlições interativas, além de poupar esforços e recursos.


Se você quer apoio tecnológico nessa missão, aqui está a solução para os seus problemas.

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.

Niduu Somos uma startup de Educação Corporativa com uma solução que consegue treinar todos os colaboradores de qualquer nível de forma contínua, dinâmica e efetiva com base na Microlearning, Mobile Learning e Gamificação.

Comentar
Compartilhar