Ética Profissional: você tem colaboradores de alto nível?

A Ética Profissional é assunto em muitas empresas, mas nem sempre colocada em prática de forma devida pelos colaboradores, podendo ocorrer diversas transgressões e o estacionamento do desenvolvimento do negócio.

Se você identifica alguma deficiência na empresa em que atua e que possua relação com a Ética Profissional, aprenda agora a como adequá-la com os seus colaboradores.

Portanto, vamos falar um pouco mais sobre o que é ética e a importância dela para os seus negócios.

ética profissional

Ética Profissional o que é?

A Ética Profissional é um conjunto de condutas de alto padrão que poderão levar o seu colaborador ao sucesso pessoal e da empresa. Inclusive, ela pode ser abordada na Cultura Organizacional da sua organização, difundindo entre todos os membros do negócio.

O respeito pelo próximo, boas ações e o comprometimento com os interesses da empresa são os pilares de uma ética profissional no trabalho inabalável, portanto, foque em colaboradores que atendam esses princípios.

Sendo assim, colaboradores que são capazes de construir relacionamentos de confiança, tanto com subordinados quanto com seus superiores, que cumpram as normas da empresa e de seus cargos e que seus esforços resultem no crescimento da empresa são colaboradores que devem ser valorizados. 

Agora, conheça abaixo 11 comportamentos que são bem vistos na Ética Profissional no Trabalho:

  1. Honestidade - Ser sempre sincero, assumindo os erros e falhas e lidando com as consequências que podem ser acarretadas por eles são comportamentos admiráveis para empregadores;
  2. Investimento - O investimento pessoal é uma vantagem enorme quando se trata de comprometimento com a empresa, já que os superiores saberão que um colaborador que se importa com seu crescimento profissional é uma ótima adição para o negócio;
  3. Sigilo - Existem informações ou situações que são sigilosas. É preciso respeitar isso, nem tudo que é ouvido deve ser falado;
  4. Confiabilidade - Cumprir prazos, horários, demonstrar comprometimento com o negócio e manter a palavra são atitudes de colaboradores confiáveis e que não desapontarão na empresa;
  5. Competência - Os interesses da empresa e do colaborador devem andar lado a lado, sempre com comprometimento e a devida consciência para alcançar objetivos e metas de ambos;
  6. Prudência - O colaborador não deve interferir negativamente no trabalho ou desempenho de outro colaborador;
  7. Autocrítica - Um colaborador que busca sempre o próprio aperfeiçoamento é bem visto pelos colegas de profissão e superiores, sendo também um exemplo para seus subordinados. 
  8. Humildade - Cada colaborador deve reconhecer o cargo que ocupa e seu papel para o crescimento do negócio. Ninguém é melhor que ninguém;
  9. Feedbacks - Independente da posição que ocupa na empresa, feedbacks são importantes para o crescimento profissional de todos os colaboradores em todos os setores, podendo ser tanto anônimo ou não;
  10. Imparcialidade - No trabalho, é importante separar as relações profissionais e pessoais, priorizando as obrigações do cargo;
  11. Código de Conduta - O Código de Conduta da empresa é entregue para todos os colaboradores e deve ser lido e consultado sempre que necessário. Portanto, sua leitura é indispensável.

Portanto, a Ética Profissional é um conjunto de ações e condutas que são valorizadas na empresa, onde seus colaboradores demonstram respeito, proatividade e comprometimento

Todas essas características são essenciais para o negócio alçar voo para o sucesso. 

Identificando Falta de Ética Profissional no Trabalho

Algumas atitudes dizem por si só, mas vale ressaltar que é preciso prestar atenção em cada colaborador que possa estar em falta com a Ética Profissional no Trabalho.

Inclusive, algumas condutas são facilmente identificadas, como por exemplo:

  • Mau caráter e desvio de condutas;
  • Falta de pontualidade;
  • Desrespeito com outros colaboradores, brincadeiras inadequadas e tentativas de prejudicar o outro;
  • Fofocas, sendo verdadeiras ou não;
  • Assédio, independente do tipo ou forma;
  • Intimidade com outros colaboradores ou clientes/pacientes além do limite estabelecido pela Conduta Ética Profissional;
  • Desequilíbrio emocional que afeta diretamente o ambiente de trabalho;
  • Oferecer serviços iguais aos da empresa que atua, mas por preço menor;
  • Utilizar de informações e influências conquistadas pelo cargo para obter vantagens pessoais.

Falta de Ética Profissional

Para organizações, por mais que o colaborador possua grandes habilidades técnicas e profissionais, não é o bastante para ser um elemento que acrescente positivamente no negócio.

Uma pessoa que falta com a Ética Profissional no âmbito trabalhista não é um bom colaborador para sua empresa, já que ele será um importante fator para estacionar o negócio e não ajudar em seu crescimento. Portanto, cuidado!

Importância da Ética Profissional

A Ética Profissional é carregada de inúmeras vantagens para o colaborador e para a empresa, auxiliando a manter um ambiente de trabalho saudável e positivo para todos os colaboradores, promovendo e resultando em:

  • Relacionamentos interpessoais construtivos e de qualidade;
  • Motivação para crescer tanto profissionalmente quanto pessoalmente;
  • Maiores chances de um crescimento de cargo dentro da empresa e reconhecimento;
  • Oportunidade do autoconhecimento;
  • Desenvolver e aperfeiçoar o respeito pelos outros, independente das diferenças;
  • Aprender a ser mais humilde e educado em situações pequenas até situações que envolvam a mais alta hierarquia da empresa;
  • Novos talentos serão descobertos entre os colaboradores;
  • Um ambiente de trabalho saudável e de companheirismo será criado;
  • O conhecimento adquirido por um será difundido entre os outros;
  • A empresa ultrapassará suas metas e objetivos com maior facilidade. 

Com seus colaboradores acatando o Código de Ética e mantendo uma boa postura profissional na empresa, o Clima Organizacional do negócio será impulsionado e a empresa se manterá em constante decolagem. 

Portanto, é importante ressaltar a Ética Profissional entre seus colaboradores e acompanhar os Indicadores de Desempenho de cada um, além dos resultados que a empresa conquista.

Dessa forma, é possível também definir quando o negócio necessitará de mudanças, seja em realocação de colaboradores ou o aprimoramento deles com o auxílio de treinamentos específicos. 

Ética e Moral

Apesar de Ética e Moral estarem sempre relacionadas e, muitas vezes, são confundidas, elas possuem suas diferenças que devem ser de conhecimento geral.

A moral por si só é um conjunto de leis e padrões que são formados por família, cultura e sociedade. Imagina-se que seja algo que é formado no inconsciente e então emerge em ações.

Inclusive, pode-se identificar duas vertentes quando falamos sobre moral, segundo Georg Hegel, sendo elas:

  • Moral Subjetiva - Aquela que é ligada ao dever por vontade própria do indivíduo.
  • Moral Objetiva - Aquela que é ligada a obediências imposta pelo meio.

Portanto, como visto anteriormente o que é Ética, sabemos que ambas caminham juntas na construção de uma pessoa e colaborador de alto nível.

Por fim, imagine que uma ação que afronta a ética de um indivíduo gera um incômodo no inconsciente dele, o fazendo lidar com suas próprias questões internas, enquanto a afronta a moral resulta em consequências sociais, como punições vindas do meio.

Código de Ética

Agora, sobre o Código de Ética que é proveniente dos Conselhos, ele deve ser seguido pelos colaboradores nos ofícios que ocupam e traz benefícios como:

  • Especificar o intuito de cada instituição e profissão;
  • Registrar direitos e deveres de cada profissional de áreas específicas;
  • Apresentar os limites que serão aceitos entre colegas de profissão e clientes ou pacientes;
  • Ressaltar a importância do sigilo profissional, quando necessário;
  • Reforçar o respeito que deve haver pelos direitos humanos em pesquisas científicas ou em outras situações do cotidiano das profissões;
  • Analisar, delimitar e especificar a publicidade de cada área;
  • Oferecer informações consistentes sobre remuneração e Direitos Trabalhistas.

Código de Ética Profissional

Em outras palavras, é um documento que dita as obrigações, responsabilidades e princípios de cada profissão. Sendo assim, cada Código de Ética é único e baseado na:

O Conselho é composto por profissionais de alto escalão, escolhidos por outros da área que integram. Além de possuírem cargos honoríficos e serem os responsáveis por registros e julgamentos sob regulamentações pré determinadas pelos códigos.

Como resultado, existem 2 tipos de Códigos de Ética, os quais veremos a seguir. 

Código de Ética Profissional

Os códigos que são mais difundidos no Brasil são os de Medicina, OAB, Psicologia e Enfermagem, sendo que cada código possui as especificações de cada profissão, como a obrigação para com a sociedade e o respeito que devem possuir pela dignidade humana.

Os direitos e deveres são definidos, inclusive o que é vetado eticamente e as punições que podem ser acarretadas por uma má conduta ética profissional.

Código de Ética Empresarial

Agora, sobre o Código de Ética Empresarial, é possível encontrar a missão, visão e princípios que a empresa prega para a sociedade e seus colaboradores, que deverão estar cientes do código da empresa que presta serviços.

Em suma, esse código é responsável por mostrar o intuito do negócio e como o ambiente de trabalho é promovido.

Código de Ética Organizacional

Como visto acima, todas as empresas e profissionais costumam seguir a Ética Profissional, mas também há algumas empresas adotam Códigos de Ética Organizacional, com o intuito de manter um bom funcionamento dos setores e trazer resultados reais para o negócio.

Essa adição, por parte das empresas, ocorre quando a organização se vê em necessidade de padronizar processos para conquistar seus objetivos estratégicos, além de tudo ser acordado de forma igualitária entre todos os colaboradores.

Esse Código de Conduta Ética Organizacional é de responsabilidade do Departamento de Recursos Humanos, sempre ao lado de um Comitê de Ética ou havendo uma Consultoria externa para definir o que deve ser levado em consideração, sem erros.

Inclusive, a empresa deverá distribuir o documento entre seus colaboradores e se colocar disponível para quaisquer dúvidas que possam surgir, além de oferecer um canal de contato que servirá para denúncias ou relatos, seja anônimo ou não.

Fortalecendo Atitudes Éticas na Empresa

Identificou uma falta de engajamento no seu negócio e percebeu que a empresa não está alcançando suas metas e objetivos? Você pode criar o Código de Conduta Ética para a sua empresa.

Esse código auxiliará os colaboradores a tornarem todos os procedimentos algo padrão, seguindo condutas, normas e valores estabelecidos pela organização de forma igualitária entre todos os setores.

O Código de Conduta Ética deve ser elaborado com o auxílio dos colaboradores de áreas distintas da empresa, tornando o documento acessível e democrático. Pode-se também receber auxílio de Consultoria especializada em Código de Ética Empresarial.

Importante: tenha em mente que a ideia da criação do código não é manter os processos inflexíveis e condutas rígidas, o intuito é conquistar benefícios para todos, resultando no aperfeiçoamento profissional e no sucesso da organização.

Case: Código de Ética em Treinamento

Todas as empresas sabem como é difícil manter os funcionários engajados, mesmo que possuam um Código de Ética excelente, dificultando o sucesso do negócio.

O case Aprenda Mais da Niduu diz respeito a uma campanha de treinamento que foi aplicada no Grupo Mateus, a 6ª maior rede de varejo e distribuição do Norte e Nordeste do país, que identificou essa deficiência em seu negócio também.

A Niduu, solução em treinamentos e mensuração de sucesso do negócio, foi capaz de desenvolver um treinamento customizado para as necessidades do Grupo Mateus.

Nesse treinamento, a história do grupo, do fundador e o Código de Ética e Conduta da empresa foi disseminada para 22 mil colaboradores de todas as áreas que integram a rede de varejo e distribuição, desde os seus supermercados, centro administrativo, indústria, eletros e o centro de distribuição.

Os resultados que o Grupo Mateus alcançou após o treinamento da Niduu foram diversos, como:

  • Mais de 18 mil colaboradores da rede foram atingidos, alcançando uma média de 92% de engajamento no aplicativo de treinamento da Niduu;
  • Os níveis de aprendizado e engajamento eram monitorados e mensurados pelo próprio Grupo Mateus, dando a possibilidade de compreender onde seus colaboradores possuiam deficiência e onde deveriam se aperfeiçoar;
  • O nível de consciência dos colaboradores sobre suas condutas profissionais aumentou surpreendentemente;
  • Finalmente todos os indivíduos conquistaram o sentimento de pertencimento à empresa que integram.

Portanto, o Grupo Mateus foi capaz de envolver grande parte de seus colaboradores com os interesses da empresa e, muito além disso, o engajamento resultou em maior visibilidade para o negócio e maiores lucros após o auxílio da Niduu.

Se a sua empresa não está possuindo um nível satisfatório de engajamento com o negócio, além de identificar uma falha na Ética Profissional dos colaboradores, contate a Niduu agora e destrua as barreiras da sua empresa, alçando voos cada vez mais altos para o sucesso!

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.


Comentar
Compartilhar