O que Fazer com Produtos Próximos ao Vencimento?

Produtos próximos ao vencimento continuam sendo um dos grandes geradores de prejuízos financeiros para os supermercados por 2 motivos:

  1. Não saber o que fazer com eles.
  2. Não saber realizar o descarte corretamente.

Inclusive, é necessário que o responsável pelos fornecedores esteja ciente da quantidade precisa para suprir a demanda do estabelecimento, ou seja, não comprar em excesso, mas também não comprar menos do que deveria.

Família no supermercado fazendo compras

Logo, se você quer saber o que fazer com produtos próximos ao vencimento, além de como evitar os desperdícios que há no seu supermercado ao se calcular a quantidade correta das mercadorias e conhecer o seu público, continue lendo a seguir!

O que Fazer com Produtos Próximos ao Vencimento?

Para produtos próximos ao vencimento, aposte em promoções imperdíveis aos seus consumidores. Dessa forma, o seu supermercado conseguirá converter mercadorias que, dentro de alguns dias seriam descartados, em lucro.

No entanto, quando os produtos próximos ao vencimento chegaram em suas validades, o descarte deve ser realizado. Para isso, é aconselhável entrar em contato com o fornecedor da mercadoria ou se dirigir ao aterro sanitário da sua cidade.

Portanto, quando o produto chegou à data de vencimento, basta entrar em contato com o fornecedor, informar que os itens venceram e agendar um dia para realizar sua retirada. 

Os fornecedores se responsabilizarão pelo descarte final das mercadorias que atingiram a validade.

Inclusive, enquanto os itens vencidos ainda estiverem dentro do seu estabelecimento comercial, é importante mantê-los em uma área separada do estoque, longe das gôndolas e com um aviso de que são produtos proibidos para comercialização.

Pelo art. 7, inciso IX da Lei nº 8.137/90, é expressamente proibida a venda de mercadorias que atingiram a sua data de validade e, além disso, pelo bem do seu supermercado, mantenha o aviso dito acima enquanto o fornecedor não realizar a retirada.

Dessa forma, não correrá risco dos repositores se confundirem e adicionarem os produtos vencidos nas gôndolas, onde chegarão às mãos do consumidor.

Por outro lado, se o fornecedor não fizer a retirada, a mercadoria vencida pode ser descartada em aterros sanitários. Para isso, entre em contato com a Secretaria do Meio Ambiente e a Vigilância Sanitária da sua cidade e solicite assistência para o descarte.

Aplicando a Gestão de Desperdício no seu Supermercado

A Gestão de Desperdício surgiu para combater e evitar:

  • A deterioração de alimentos, como carnes, frutas e legumes;
  • O vencimento de produtos perecíveis;
  • Furtos, fraudes ou desvios de mercadorias, podendo ser realizado tanto por consumidores quanto pelos próprios colaboradores;
  • Avarias ocorridas durante a manipulação dos produtos.

Portanto, é fundamental que as ações dessa gestão sejam implementadas no seu empreendimento, como:

  • A utilização do método PEPS, também conhecido como FIFO. O próprio nome já explica sua lógica, sendo “Primeiro que Entra, Primeiro que Sai”.
  • O hábito de realizar anotações de consumo interno, tendo o controle de todos os itens que são retirados do estoque para uso dos colaboradores em seus respectivos setores.
  • Dar uma atenção especial aos fornecedores, observando os cuidados com o produto e mantendo um padrão de qualidade das mercadorias que serão vendidas na sua empresa.
  • Desenvolver um sistema de segurança, investigando e combatendo furtos e mantendo possíveis infratores longe do seu supermercado.
  • Investir em treinamento dos colaboradores, os preparando para contribuir na redução de desperdícios da empresa.

Dessa forma, ao colocar a Gestão de Desperdício na prática, é possível observar o seu negócio prosperar devido ao melhor aproveitamento e proteção das mercadorias comercializadas.

Conheça o seu Público Alvo e Evite Desperdícios

Quando você consegue identificar o seu público-alvo, ou seja, a maior categoria de consumidores do seu supermercado, pode ter certeza de que você será capaz de gerar mais vendas e evitar desperdícios, focando nos produtos de maior saída.

Funcionários supermercado

Para conseguir descobrir qual é o seu público-alvo, acompanhe abaixo as 2 etapas.

1. Analisando Características dos Consumidores

Aqui, o essencial é observar as características dos consumidores do seu supermercado, como:

  • Características físicas, que incluem o sexo, a idade, o tipo físico e outras;
  • Características sociais, que incluem a profissão, o estado civil, o estilo que o indivíduo optou por levar de vida e outras;
  • Gostos pessoais, como o estilo de música, as atividades que o seu público gosta de realizar e outras;
  • Localização, que nada mais é do que onde o seu público reside, como a cidade e o bairro.

Definindo isso, será possível identificar qual é o seu público-alvo e criar a sua persona, que será o grupo de maior relevância na análise de características, e poderemos passar para a próxima etapa.

2. Segmentando o Público-Alvo

Agora que você conhece o público atingido e que você quer dar mais atenção, é importante reconhecer suas dores para que, dessa forma, forneça soluções. Como, por exemplo:

A sua persona é uma dona de casa de, aproximadamente, 50 anos e que possui dores na coluna. Ao passar pano em sua casa, as dores pioram. Qual a sua necessidade? A praticidade para passar pano no chão.

Portanto, a solução seria comercializar o esfregão Mop no seu supermercado. Esse esfregão é giratório e não há necessidade de abaixar para torcer o pano e passar o produto novamente.

Logo, é necessário identificar o que o seu público-alvo busca para comprar no seu estabelecimento e, com isso, oferecer os melhores produtos para gerar compras.

Inclusive, a sua empresa pode possuir mais de uma persona, sendo possível segmentar todas.

Calculando a Quantidade Certa para Abastecimento do Estoque

Sobre o cálculo da quantidade correta de produtos a serem repostos no estoque, será preciso observar 3 detalhes. Veja-os a seguir.

1. Consumo Médio de Cada Mercadorias

Essa é uma métrica importante para definir a quantidade média que cada produto é vendido em determinado período de tempo. Com isso, se torna simples identificar quais são os produtos de maior saída e os que são menos procurados pelos seus clientes.

2. Quantidade do Estoque Atual

A quantidade atual do estoque é uma métrica que deve ser constantemente atualizada para que, dessa forma, os responsáveis pelas compras de mercadoria para comercialização estejam cientes da quantidade restante de cada item.

Aqui, é aconselhável que faça uso de um software de gestão, simplificando o trabalho de contagem.

3. Prazo de Entrega para Fornecedores

Por fim, é preciso que você esteja ciente do tempo que cada fornecedor demora para realizar a entrega da mercadoria, evitando que haja ruptura de gôndolas, que é um dos principais problemas que os supermercados enfrentam hoje em dia.

Com esses 3 fatores, será possível calcular a quantidade certa para reabastecer o estoque de cada produto de forma certeira.

Agora você já sabe o que fazer com produtos próximos ao vencimento e como evitar que haja o seu desperdício, aumentando o lucro mensal do seu supermercado! Quer saber mais sobre como elevar as vendas na sua empresa? Contate a Niduu ao clicar aqui e descubra as melhores soluções para o seu negócio!

Fonte: Niduu - Disseminando Conhecimento.

Niduu Somos uma startup de Educação Corporativa com uma solução que consegue treinar todos os colaboradores de qualquer nível de forma contínua, dinâmica e efetiva com base na Microlearning, Mobile Learning e Gamificação.

Comentar
Compartilhar